05 setembro 2007

Miragem



feito intrépido pintor
a perseguir a essência
de tua visagem busco-te
fêmea magistral
nas sinuosas curvas
do tempo perco-me
e reencontro-me
para passar mais uma
miragem a sussurrar no vento
ancestral Amor, Amor, Amor...

6 comentários:

  1. Meu caro,
    entre a miragem, o vídeo escolhido e as letras pinceladas, qualquer comentário seria um sacrilégio.

    Amei!

    Iza Calbo

    ResponderExcluir
  2. Beleza pura, Édson Cruz. De Poesia de Som e de Imagens. Esta é a verdadeira Literatura do século XXI. Ter um Blog só vale a pena se for assim.
    Um abraço
    Ray

    ResponderExcluir
  3. Parabens Edson. Como tudo que vc faz está perfeito. Longa vida aos Sambaquis. Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Lindo, lindo Edson!
    Ritmo e imagens magistrais, sente-se a brisa no rosto e a maciez da pele da femea com suas curvas que se perdem na estrada do tempo.
    Parabéns!
    Agnáldo C. Bacàro

    ResponderExcluir
  5. Ana Lúcia Vasconcelossetembro 05, 2007

    Edson adorei este poema...parabéns...tá lindo teu blog, de alta qualidade.abraços.Ana

    ResponderExcluir
  6. só uma curiosidade: o poema é muito bem construido e tem a ver com o poema-clip anexo... que já foi visto por mais de 5,489,723 de pessoas!!!

    ResponderExcluir